quarta-feira, Agosto 27, 2014

Frango Grelhado com Piri-Piri e Lima

O retomar a rotina ainda não me deixou muito tempo para começar a experimentar receitas novas, ou colocar em pratica ideias e experiências. Tenho uma lista enorme de coisas a experimentar, e com a exceção das chips de beterraba de ontem ainda não peguei em mais nada.
Mas por aqui – como em todo o lado – continua a ser necessário fazer o jantar todos os dias, e temos vivido de pequenos básicos de todos os dias. Desta vez o frango grelhado. Para variar um bocadinho temperado com limas (que sobraram das caipirinhas das férias!) e algum picante para um toque extra. Servido com esparregado de acelgas que passou a ser um favorito aqui por casa.
A sugestão é realmente simples, mas não é por isso que deixa de ter lugar aqui. Espero que não sintam que estas receitas tão simples e básicos não têm lugar aqui. Porque é a partir destas receitas que este blogue tem sido construído e acarinhado. E parece-me que, nesta altura, com tantos blogues por aí, temos, ainda mais, de nos manter fieis a nós próprios.
Espero que gostem.

Ingredientes para 2 pessoas:

2 pernas de frango com coxa
Azeite q.b.
Sal e pimenta q.b.
Piri-piri moído q.b.
1 lima
1 colher dechá de colorau
1 colher de chá de coentros em pó
Coentros frescos para servir

Preparação:

Corte o frango em pedaços e tempere-o com sal, pimenta, o piri-piri a gosto, o colorau e os coentros e o sumo da lima. Envolva bem o frango nesta mistura e regue ainda com um fio de azeite. Deixe marinar uns minutos.
Leve um grelhador anti aderente ao lume e deixe aquecer. Coloque o frango e deixe-o grelhar bem de todos os lados, de modo a que fique bem grelhado. Para que não suje tudo, poderá cobrir o frango com papel de alumínio – ajuda também a concentrar o calor e a cozinhar o frango mais uniformemente.
Sirva o frango polvilhado com coentros frescos, mais lima e uma salada e arroz branco.

Bom Apetite!

terça-feira, Agosto 26, 2014

Chips de Beterraba e Batata Doce

Agora que tenho uma horta (algo de que vos falarei um destes dias!), dou comigo a ter de consumir e arranjar novas formas de consumir os produtos que de á trago. Bem, na realidade não é muito diferente do que já fazia com aquilo que vinha da horta dos avós, mas na minha horta há outra variedade de produtos que os avós não tinham, como é o caso das beterrabas.
Depois dos pickles, outra experiência, destas vez em chips, juntamente com batata doce e que acompanharam lindamente salmão. E sim, são deliciosas, com um sabor muito diferente e tenho a certeza de que aqueles que dizem não gostar de beterraba se vão rendera comê-las desta forma.

Ingredientes para 2 pessoas:

2 beterrabas
1 batata doce
Flor de sal q.b.

Preparação:

Lave bem as beterrabas e a batata doce, esfregando com uma escovinha de modo a retirar toda a terra e impurezas da casca.
Com uma mandolina ou uma faca, corte – as em fatias finas (atenção, não junte as beterrabas à batata doce para não ficar tingida). Seque bem com papel de cozinha e leve a fritar, primeiro a batata doce e depois a beterraba em óloe vegetal quente até ficarem bem fritas.
Escorra sobre papel absorvente e tempere, enquanto quentes com flor de sal.
Sirva como aperitivo ou como acompanhamento de carnes ou até peixe como salmão grelhado.

Bom Apetite!

segunda-feira, Agosto 25, 2014

Cogumelos Recheados com Carne Picada

Quando as férias acabam há sempre muito para fazer. Chegar a casa com a malas e a tralha toda. Arrumar tudo. Fazer máquinas de roupa, estender e apanhar. Ir às compras porque não há nem pão, nem leite, nem sequer uma peça de fruta para as primeiras impressões.
E depois há que nos reorganizarmos. Fazer as listas para a semana, preparar ementas…enfim, retomar as rotinas.
As férias acabaram e sim, sinto-me revigorada, cheia de ideias novas que quero colocar em pártica, coisas que quero fazer, receitas que quero experimentar. Chego de férias e a “agenda” começa a ficar preenchida. Um jantar de amigos, um aniversário e uma ida à Feira do Livro da Figueira da Foz, já no dia 31 de Agosto às 17h30.
Para já uma receita preparada ainda antes das férias.

Ingredientes para 2 pessoas:

4 cogumelos grandes para rechear
200g de carne de vaca picada
1 tomate maduro
1 cebola pequena
Sal e pimenta q.b.
1 colher chá de orégãos picados
Azeite q.b.
1 bola de mozarela fresca

Preparação:

Lave os cogumelos e retire-lhes os pés, sem os partir. Coloque os chapéus dos cogumelos num tabuleiro que vá ao forno, regue-os com um fio de azeite e tempere com um pouco de sal e pimenta e leve-os ao forno previamente aquecido a 180ºC durante 15 minutos.
Entretanto pique os pés dos cogumelos, o tomate e a cebola. Leve uma frigideira ao lume com um pouco de azeite e acrescente a carne picada. Tempere cos os orégãos, sal e pimenta e deixe a carne alourar. Junte depois os legumes previamente picados, retifique os temperos e deixe estufar tudo uns minutos.
Recheie depois os cogumelos com a mistura de carne picada, cubra com umas rodelas de mozarela fresca e leve novamente ao forno até o queijo derreter.
Sirva com uma salada verde.

Bom Apetite!

sexta-feira, Agosto 22, 2014

Pickles de Beterraba

Já tenho feito muita coisa com beterrabas. Bolos principalmente, apesar de gostar bastante de beterraba assada e ralada em saladas ou até como acompanhamento de carnes mais fortes.
Adoro a sua cor e a sua doçura – principalmente quando assadas – e acho que, de uma maneira geral, são um legume mal amado.
Desta vez experimentei em forma de pickles. A doçura a contrastar com a acidez. Mais uma vez um excelente acompanhamento para carnes. Ou com queijo e charcutaria.
Uma sugestão com um legume que ainda está em época. Ou uma sugestão diferente para os cabazes de natal. Sim. Porque já há quem ande a pensar nisso. E pelos mails que tenho recebido, não sou apenas eu.
Bom fim de semana.

Ingredientes para 4 frascos:

1kg de beterrabas previamente cozidas ou assadas
1 litro de vinagre de sidra
1 pau de canela
1 folha de louro
1 colher de chá de sementes de mostarda
1 colher de chá de pimenta preta
5 cravinhos

Preparação:

Num tacho coloque o vinagre juntamente com o pau de canela, o louro, as sementes de mostarda, a pimenta preta e os cravinhos. Assim que levantar fervura desligue e deixe algumas horas em infusão até estar completamente arrefecido. Coe e reserve.
Corte depois as beterrabas em fatias e coloque-as em frascos previamente esterilizados e ainda quentes. Acrescente depois o vinagre até a beterraba ficar completamente coberta (se ficar a faltar vinagre acabe de encher os frascos com vinagre normal).
Feche bem os frascos e guarde em local fresco e seco. Use num período de 6 meses.

Bom Apetite!

quinta-feira, Agosto 21, 2014

Pato Assado com “5 especiarias chinesas” e Batata Roxa com Esparregado de Acelgas

Já sabemos, há algum tempo, que nada vai voltar a ser como dantes. Que é quase impossível que melhores ao ponto de nos voltares a fazer o teu bolo de laranja, os croquetes de batata ou um arroz de bucho.
A tua voz é cada vez mais sumida e o teu sorriso menos frequente. Estás cada vez mais queixosa e o teu olhar tem já momentos de distância, apesar de se iluminar de cada vez que nos vês, principalmente ao pequenino Zé Maria.
Acredito que estejas cansada e que te apeteça desistir, que já não te apeteça fazer um esforço para a fisioterapia, para melhorares. Mas nós não gostamos de te ver assim. Um dia porque já te custa agarrar o telefone, no outro porque temos de fazer um esforço enorme para que acompanhes as nossas conversas, ou noutro porque pareces perdida sem saberes o que almoçaste. Nós podemos parecer mauzinhos, porque te dizemos que tens de te esforçar, de fazer um esforço apesar dos teus queixumes constantes de que não és capaz.
Não podes desistir. Não podes querer desistir. Não podes achar já que estás cansada.
Ainda temos tanto para te dizer, para te mostrar, para conversar contigo. E tu tens ainda tanto para nos dar. Não te canses de viver. Promete que não desistes de viver, querida avó.
Ainda não.

Ingredientes para 2 pessoas:

2 pernas de pato
1 colher de sobremesa de “5 especiarias chinesas” (Chinese 5 spice), ou use uma mistura de cominhos, cravinho, canela e gengibre
Sal e pimenta q.b.
10 batatinhas roxas
1 molho de acelgas
2 dentes de alho
1 colher de sopa de farinha
Leite q.b.
Vinagre q.b.

Preparação:

Tempere as pernas de pato com um pouco de sal e pimenta e esfregue-as bem, com as “cinco especiarias chinesas”. Coloque as pernas de pato num pirex ou assadeira, junte as batatas roxas cortadas ao meio e temperadas com uma pitada de sal, e leve-as ao forno previamente aquecido a 180ºC, durante cerca de 45 minutos a 1 hora. A gordura que se vai libertando do pato ajudará a caramelizar as batatas, pelo que não necessita de acrescentar mais nenhuma gordura.
Entretanto coza as acelgas em água temperada de sal. Assim que estiverem cozinhadas escorra-as bem e parta-as em pedaços mais pequenos.
Descasque e esmague ou pique finamente os dentes de alho e leve-os ao lume num tacho com um pouco de azeite. Quando começarem a querer fritar acrescente as acelgas e deixe-as saltear durante alguns minutos . Acrescente a farinha envolvendo bem e um pouco de leite, deixando engrossar um pouco. Triture tudo com a ajuda da varinha mágica até obter uma mistura lisa e homogénea. Retifique de sal e pimenta e acrescente mais leite se necessário até obter a consistência desejada. Mesmo no final acrescente um pouco de vinagre a gosto e deligue.
Sirva o pato com as batatinhas assadas e o esparregado de acelgas.

Bom Apetite!

quarta-feira, Agosto 20, 2014

Granola com Banana, Amêndoas e Passas

Cada vez gosto mais de fazer a minha própria granola ou muesli em casa. Gosto de poder escolher e usar os ingredientes. De saber a origem e a qualidade dos ingredientes que eu uso. De saber que tudo aquilo que eu estou a comer tem nomes que eu sei pronunciar e que efetivamente eu conheço. E cada vez tenho mais “aversão” a coisas processadas e industrializadas. Uns segundos a ler um rotulo de cereais de pequeno almoço, mesmo os ditos mais saudáveis, e é ver a quantidade louca de açúcar, gorduras pouco saudáveis e de pseudo nutrientes que aquilo contém. Na verdade só compro uma ou duas variedades de cereais de pequeno almoço que não troco por nenhuma outra - pesar do seu preço menos simpático – mas mesmo assim ocasionalmente. Mas o singelo pacote de aveia vem quase sempre para casa comigo.
E depois há as muitas receitas que se podem fazer com a aveia – desde as papas à granola, passando pelas “overnight oats”. E descobrir e experimentar novas receitas é sempre uma aventura que permite pequenos almoços e snacks, sempre diferentes.
Desta vez com bananas maduras.

Ingredientes para 1 frasco grande:
(adaptado de uma receita de http://iowagirleats.com)
Chávena usada com 225ml de capacidade

3 chávenas de flocos de aveia
1 chávena de amêndoas
2 bananas maduras
¼ chávena de óleo de girassol
¼ chávena de maple syrup ou mel
½ chávena de passas
1 pitada de sal
1 colher de sobremesa de canela em pó

Preparação:

Numa taça misture os flocos de aveia, as amêndoas o sal e a canela em pó.
Entretanto, no copo da varinha mágica coloque a bananas maduras, o óleo de girassol e o maple syrup ou o mel. Triture tudo até obter uma mistura líquida e homogénea.
Envolva depois muito bem a mistura dos flocos de aveia com a mistura de bananas e coloque tudo numa camada só, num tabuleiro previamente forrado com papel vegetal e leve ao forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 20 minutos, e mexendo de vez em quando até ficar com uma cor dourada.
Retire do forno e deixe arrefecer completamente – à medida que arrefece a granola vai ficando mais crocante – e junte as passas.
Coloque num frasco hermético. (Aguenta cerca de 1 mês).

Bom Apetite!

terça-feira, Agosto 19, 2014

Bolo de Baunilha e Açúcar Mascavado

Antes de ir de férias há sempre um ritual de volta do frigorífico. Não deixar estragar nada, não deixar nada que possa apodrecer, acabar de consumir todos os produtos perecíveis, limpar e arrumar tudo.
E, mesmo na véspera de vir de férias haviam apenas 2 ovos no frigorífico. O jantar já estava pronto e destinado e viajar com 2 ovos não me parecia solução. Ainda pensei em cozer os ovos e trazê-los, mas a solução de os transformar noutra coisa foi mais apelativa.
Sendo assim, os dois ovos transformaram-se num bolo pequenino com ingredientes muito básicos, até porque não havia quase nada lá em casa.. E o bolo? Esse veio connosco para as férias, porque sabe sempre bem acabar uma refeição com um café e um pedacinho de qualquer coisa doce.

Ingredientes para 1 bolo pequeno:

2 ovos
150g de farinha com fermento
150g de açúcar mascavado escuro
150g de manteiga amolecida
1 colher de chá de pasta de baunilha – ou extrato de baunilha

Preparação:

Coloque todos os ingredientes numa taça e bata com a batedeira durante cerca de 3 minutos até obter uma mistura fofa e homogénea.
Unte com um pouco de manteiga uma forma com cerca de 18cm de diâmetro e coloque a mistura.
Leve a cozinhar em forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 35 minutos.
Desenforme o bolo e deixe arrefecer sobre uma grelha. Depois de frio decore a gosto e polvilhe com açúcar em pó.

Bom Apetite!

Poderá também gostar de:

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin